quarta-feira, julho 30, 2008

Coisa de primeiro mundo

Vejam como são tratados os acidentes de trânsito em países desenvolvidos como o Canadá. Por aqui, nada parecido. As pessoas morrem às pencas nas estradas e praticamente não há investigação das causas dos acidentes - a maioria, provocada por imprudência dos motoristas.

terça-feira, julho 29, 2008

Incrível


Esta é uma simulação de um incidente de um vôo da Air Canada. Vejam só a perícia destes pilotos. Precisávamos de alguém assim pilotando "effepaiff".
(Via building bridges)

segunda-feira, julho 28, 2008

Aurora boreal



Com a boca na botija

É por estas e outras que a PRF tem a pior imagem possível! Patrulheiro rodoviário é quase sinônimo de "propineiro". Posso assegurar que há muitos policiais corretos, mas o índice de corruptos na corporação é absurdamente alto.
Se mais motoristas fizessem como o caminhoneiro da matéria linkada, faltaria cadeia para botar todos os policiais corruptos. Mas a maioria prefere molhar a mão dos guardinhas, mesmo.

Parabéns!!

Meu grande amigo Giancarlo, do Casa Proença, está de aniversário hoje. Parabéns, meu velho. Muitos anos saudáveis de vida. Tudibom.

domingo, julho 27, 2008

Alguma coisa etsá froa da odrem

Vejam que interessante. De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea,não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo.

E5T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R C6MO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 CO4PL6C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4N8O O CÓD1G3 QU453 4UT7M4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1T5, C3RTO? POD3 F1C4R B3M OR5UL1O5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3!

Não é fscianante?

sábado, julho 26, 2008

A última aula



Do Folha online:
Morreu nesta sexta-feira (25) o professor norte-americano Randy Pausch, 47, que ganhou fama em razão do vídeo de sua "Última Aula", ministrada poucas semanas após ele ter descoberto possuir um câncer grave. O filme virou "hit inspiracional" na internet.

sexta-feira, julho 18, 2008

Nova Amélia



Eliana Pittman costumava estar nas fitas cassete de meu pai, nos 70 e 80.

Incendeia

Eis um exemplo de por que a Globo faz hoje o melhor jornalismo nesta Bananão - entre jornais, revistas e TV. Há uma distância abissal entre ela e a sua nova concorrente. A TV dos bispos se alinha claramente ao desgoverno Lula.

Do Painel da FSP:
Profilático. O objetivo da divulgação seletiva da fita da reunião que decidiu pelo afastamento de Protógenes Queiroz da Operação Satiagraha, diz um palaciano, foi "fazer as pessoas desconfiarem de quem passa informações incendiárias". Um alvo é o "Jornal Nacional", da Globo, cujas edições irritaram o governo.

"Incendiárias", é bom que fique claro, são todas as informações que desagradam a este governo muito democrático. Ou, ainda, aquelas jornalisticamente relevantes.

Inteligência no futebol?

Isto é tão bom que vou colocar na íntegra aqui.
Xico Sá, na FSP.


AMIGO TORCEDOR , amigo secador, comovente quando alguém, no mundo do futebol, usa a inteligência uma vez só, como na canção de Roberto e Erasmo. Só na guerra o homem consegue cota de estupidez maior que no esporte. Somos tapados, burros de tropeiros quando esse gênero de paixão nos abate como a uma desprotegida mocinha de Paranapiacaba.
O futebol nos une na estupenda jumentice existencial. Boleiros, torcidas, homens da latinha, gente da crônica e todos os cavaleiros de mesas redondas. Do mais crítico ao mais jabazeiro, digo, os Faustos ludopédicos que vendem até o vento engarrafado. Embora ajam mais por "malandragem regular profissional", para citar o evangelho segundo Chico, do que por qualquer religião ou crença, até os cartolas fogem um segundo da estupidez humana.
Repare no caso do Santos, o maior time de todos os tempos, o único capaz de parar uma guerra, como se deu em 1969 no Congo Belga, quando Pelé valia mais do que todos os falsos poderosos da ONU. Quando todos nós, por perversão ou burrice, achávamos que Cuca seria demitido, a diretoria decide mantê-lo. Palmas! Devemos agradecer ao Cuca, quase um solitário no ramo que junta caráter e futebol bonito, pelo milagre da sua existência nos dias de ira. O mais louco é que esse mesmo Santos sem vitórias, sob o temor do rebaixamento, tem tido os mais incríveis lampejos de arte. O começo do jogo contra o Figueirense, com Kleber Pereira qual uma venenosa flecha negra, foi um espetáculo.
Contra o Grêmio, nem se fala, o Peixe teve de novo os melhores 15 minutos de todos os clubes do certame. Com um gol, de um dos tantos Michaéis da Vila, que mais parecia uma obra de Michelangelo.
Quem é melhor do que Cuca no futebol brasileiro? Creio que só o Muricy Ramalho, esse sim um gênio sem o foguetório do marketing e da falsa glória. Apesar da burrice de muitos torcedores, obra milagres. À prova de janelas européias, é o cara que dá certo na base do "já que não tem tu, vai tu mesmo". O São Paulo joga com mil desfalques, ele pega um moleque e diz: "Obedece à natureza, vai lá no rastro do que o outro fazia, como um vira-lata atrás de um tatu nas primeiras chuvas nos sertões, essas coisas que se repetem como quem anda nas mesmas veredas".
Aliás, chega de queixas à exportação de boleiros. Eu sempre blasfemava, até que uns sábios leitores, que usam a inteligência não apenas uma vez só, convenceram-me de que era uma baita chance para moleques subirem na vida. Basta pegar a balança comercial de humanos e ver que até o Icasa, meu time de infância em Juazeiro, exporta craques. É, amigo, no futebol, mais que o amor, é difícil usar a inteligência.
Como fez Caio Júnior, nosso Harry Potter, ao preferir o calor da massa rubro-negra à incomunicabilidade lastreada em petrodólares.
Mais vale um sorriso banguela de um flamenguista da praça Saens Peña que um ranger de dentes de ouro de um xeque. Sem se falar nas bundas, claro, que de tão lindas mal cabem nesta crônica. Mais vale meia bundinha na fila de uma padaria na Tijuca, cabelo cheirando a Neutrox, do que todos os mistérios guardados e todas as elipses de uma burca.

quinta-feira, julho 17, 2008

Matar, poooode!

No Brasil é assim: se você matou duas pessoas, ou roubou dinheiro público a dar com um pau, não tem problema nenhum. No primeiro caso, não fica nem seis anos na cadeia - cumpre o "resto" da pena em liberdade. Já no segundo caso, nem algemas você pode usar porque, certamente, será um abuso, uma afronta a um bandido de colarinho branco.
Agora experimente roubar um sabonete! Ou, então, atrase o pagamento de impostos de sua pequena empresa. Isso não pode. É crime hediondo!

As impropriedades de Gilmar

Muito melhor do que os meus pitacos despejados nesta página virtual são os juízos de Ilton Dellandréa (juiz aposentado). Veja o que ele diz sobre a operação Satiagraha. Sim, Gilmar Mendes suprimiu um grau de jurisdição: o recurso contra a segunda prisão de Daniel Dantas (preventiva) deveria ser analisado, primeiro, pelo Tribunal imediamente acima do juiz que ordenou a prisão. Além disso, o pito passado por Mendes no juiz De Sanctis não é procedimento aceitável para um magistrado. Mas não percam tempo aqui. Corram pra lá.

quarta-feira, julho 16, 2008

Petralhas são contra investigação da PF

Algumas (para não dizer muitas) coisas não fazem sentido neste episódio todo da prisão de Daniel Dantas. Os críticos do ministro Gilmar Mendes, por ter mandado soltar Dantas por duas vezes, estão sendo acusados de "petralhas". Seriam petistas revanchistas tentando fazer a luta de classes pela via judiciária. Dantas deveria mofar na cadeia para vingar a exploração da "classe trabalhadora" pela "zelite".

Engraçado. A mim ocorre justamente o contrário. As investigações não foram abafadas para impedir que chegassem ao Planalto e a outros gabinetes importantes da República? Ora, nesse caso, quem está contra a investigação está a favor de Lula. "Petralha", mesmo, é quem defende a libertação de criminosos só porque usam colarinho branco. É cristalino.

É claro que houve excessos na tal de Satiagraha - assim como houve em todas as outras. Não gosto do espetáculo, também. Mas, como diriam os "adevogados" é preciso discutir o mérito da questão. A Veja desta semana lista 20 escândalos dos governos FHC e Lula nos quais Dantas teve participação. Dantas não tem lado, não tem partido. Seu partido é o dinheiro - sujo, de preferência. Isso é jornalismo sério. Não fica escondendo informação só para dizer que o Lula é a razão de todos os males "defepaiff". Como os próprios petistas alegaram no escândalo do mensalão, eles são só mais alguns entre os bandidos da alta sociedade.

Aos fatos

Andam dizendo por aí que criticar o STF é golpear a democracia. Que criticar o Judiciário não se pode, já que o Executivo é pior, porque lá está Lula, etc., etc., etc. Como se uma coisa excluísse a outra. Um primor de lógica.

De minha parte, pelo menos, não é. Odeio ditaduras. E o Judiciário é um dos poderes da República. Deve, pois, ser preservado.

Isso não quer dizer que não possa ser criticado. A minha crítica é para fortalecê-lo. Explico. Essa bagunça toda deve servir para que os critérios de constituição do STF - como de todos os outros tribunais - sejam revistos. Cada presidente da República se apressa em nomear o maior número possível de ministros. Quer, claro, ter homens de confiança na mais alta corte do país. Não esqueçam: Nelson Jobim já a presidiu!

Agora, coisa bem diferente é o que o Psol quer fazer: que os ministros do STF ouçam o "clamor popular" e revejam o habeas corpus concedido a Daniel Dantas. Ora, decisão judicial deve seguir a lei, não esse tal de "clamor popular". Mas o que esperar dessas viúvas do que um dia se chamou "socialismo" - que, na verdade, deu foi em ditadura.

Podemos criticar a forma como o tribunal é formado, sim, mas nunca desobedecer às suas decisões. Gilmar Mendes mandou soltá-lo? Pois solto deve ficar.

Tudo isso é mera opinião minha. Os fatos são muito mais interessantes. E eles estão aqui. E mostram que a celeridade com que tiraram Dantas da prisão é exceção na corte onde manda Mendes e já mandou Jobim, o homem que estuprou a Constituição.

terça-feira, julho 15, 2008

"Lá em cima" tá tudo dominado

O Jornal Nacional de hoje mostrou gravações de assessores de Daniel Dantas dizendo que o medo dele era com a primeira instância do Judiciário, pois "lá em cima", nos tribunais superiores, não haveria problema. E, claro, tem petista metido. Engraçado; há petistas dos dois lados: querendo pegar Dantas e querendo livrá-lo da cadeia.

Isso já havia aparecido de relance em outras matérias e me faz desconfiar de ministros do STJ e STF. Quando, em outro post, critiquei o STF, não foi para desmoralizar a instituição. Pelo contrário. Minha crítica é justamente nos critérios adotados para compô-lo - a indicação política. Isso, sim, é que enfraquece a instituição.

Questionar o comportamento de ministros dos tribunais superiores não significa questionar o funcionamento da instituição, fundamental para o regime democrático.

As discussões sobre essa última operação da Polícia Federal têm, invariavelmente, tomado um rumo político. Os que são anti-Lula, criticam-na. Se a PF é do governo, do governo Lula, então devemos ser contra. Ao fazê-lo, esquecem-se de quem é Daniel Dantas.

O clima de arquibancada toma conta das mentes: se você critica alguém que também é criticado por um petista qualquer, automaticamente também se torna um deles. O maior chapa-branca do país, Paulo Henrique Amorim, criticou o STF? Você também criticou o STF? Ora, então você não passa de um sabujo tal e qual o jornalista governista. E assim segue o Brasilzão.

Minha crítica em relação ao STF é uma só: por que não age de maneira célere em todas as situações, seja lá quem for o pobre (ou rico) coitado que esteja precisando de um habeas corpus? Por que o STF manda soltar todos os manda-chuvas imediatamente? Por que não há nenhum deles preso (inclusive gente condenada, como Pimenta Neves)? Nem o Maluf!! Agora, experimente roubar um xampu!

sábado, julho 12, 2008

Dantas e o PT

Relações íntimas.

Aos amigos, a celeridade

Gilmar Mendes conseguiu granjear contra si a ira de juízes, procuradores, delegados da PF. Aqui, um brilhante artigo de um procurador do RS.
Pode-se acusar Mendes de tudo, mas fez algo relevante: ao mostrar a quem continua servindo, deu início à discussão sobre por que os tribunais superiores são tão céleres em livrar a cara de bandido de colarinho branco. Enquanto isso, os não amigos dos ministros mofam na cadeia.

Sejamos francos: o que esperar de uma corte que teve como presidente Nelson Jobim - o homem que se orgulha de ter fraudado o texto constitucional??

quinta-feira, julho 10, 2008

Duas PF

Bob Fernandes conta os bastidores da última operação da PF (esse negócio de batizar prisão de vagabundo com nomes engraçadinhos é um saco!). Há duas PF: a do PT e a tucana - pra ser bem simplista. Bob sempre teve boas fontes na PF - na petista, claro. Mas vale a leitura, apesar do texto indefectivelmente pretensioso.

sexta-feira, julho 04, 2008

Lula lá

Imagina se ele vai perder uma festinha - principalmente às nossas custas. Será que vai competir em levantamento de copo? Ou revezamento de microfone? Ou ainda escalada de palanque?

quarta-feira, julho 02, 2008