quinta-feira, março 09, 2006

É só servir


Bom, de que a pizza está pronta ninguém mais tem dúvidas; ainda mais depois da votação de ontem à noite que livrou a cabeça de um tal Luizinho que se entitula "professor" e de seu colega de bando, Roberto Brant. São de partidos diferentes; o primeiro do petê e o segundo do pefelê, mas podem ser representados graficamente pela figura de uma ferramenta que tem um lado pontiagudo e o outro mais larguinho.
Agora vejam vocês, o pefelê do "doutor" Jorge Konder Bornhausen (como o chamam lá em SC) se mancomunou com aquela "raça" da qual ele dissera que o Brasil deveria se livrar! É por isso que CPI nenhuma vai pra frente neste congresso, meu caros. Qualquer investigaçãozinha mais profunda nas contas fétidas do petê e a petezada ameaça chafurdar ainda mais fundo e encontrar enterrado lá um - senão muitos - tucanos e outros bichos menos nobres, como aquele espécime que um personagem do Jô Soares carregava numa gaiola com extremo cuidado, o corrupto. Afinal, de que outro caso se tem notícia de um corrupto na gaiola?